SÉTIMA ARTE DO MARANHÃO PARA O MUNDO

Gente, olha que bacana, um curta metragem feito na nossa terrinha foi selecionado para o XII Cinefest Gato Preto, em São Paulo. Angústia já participou de vinte festivais, muitos deles internacionais, e ganhou prêmios de melhor curta metragem no Yerevan International Film Festival, realizado na Armênia, e o Onda Libera, no 3° Cortosplash, na Itália. Foi aclamado por vários críticos, como o renomado italiano Salvatore Verde que o considerou primoroso, afirmando que o curta é “Um pequeno grande filme. Corajoso, poderoso, compacto, que lembra um monte do bom cinema do passado e as lições do melhor cinema brasileiro, mas também o Neorealismo cinematográfico italiano; e vai além, com competência linguística e valor técnico formal absoluto”.

Baseado no conto Angústia, de Anton Tchekov, foi dirigido pelo maranhense Frederico Machado e realizado pela equipe técnica da Escola de Cinema Cine Lume, daqui de São Luís. Frederico tem se destacado como diretor de cinema, tendo várias produções reconhecidas, como Signo das Tetas, longo considerado pela crítica italiana especializada como um dos dez melhores filmes do ano, ao lado de Almodavar, Tarantino, Miguel Gomes e outros nomes de peso.

O filme: narra a história de um pescador que perde seu filho e não consegue expor sua dor a outras pessoas, encontrando no jumento da família o único ser para desabafar suas tristezas. Uma lição para refletirmos sobre os sentimentos e a falta de fraternidade entre os eres humanos.

O filme: narra a história de um pescador que perde seu filho e não consegue expor sua dor a outras pessoas, encontrando no jumento da família o único ser para desabafar suas tristezas. Uma lição para refletirmos sobre os sentimentos e a falta de fraternidade entre os seres humanos.

 

Anton Tchekov – médico, dramaturgo e escritor russo, que viveu no século XIX, considerado um dos maiores contistas de todos os tempos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Que tal se cadastrar para receber os novos textos assim que publicados?