Então é Natal

Nunca pensei que fosse ver nossa cidade tão linda no período natalino. Era algo que sempre reportei a outras cidades, nunca para cá. Mas ontem estive na abertura do Natal de Todos, na área que considero a mais bonita da cidade, onde ficam o Palácio dos Leões, Prefeitura, Tribunal de Justiça, Igreja da Sé e Praça Pedro II, e meus olhos brilharam logo na chegada ao assistir ao espetáculo de fogos que iluminavam o céu. Quem me conhece sabe o quanto gosto dessa época. E me deixo mesmo ser levada pela atmosfera de sonhos que a magia do Natal proporciona.

Depois dos fogos dando as boas vindas ao mês de dezembro, fui admirar cada detalhe; as milhares de lâmpadas em todas as fachadas, as pessoas andando e tirando fotos maravilhadas, carrinhos de pipoca, churrasquinho, balões, um clima de muita alegria. Depois da chegada do Papai Noel, a orquestra Jovem João do Vale emocionou o público com música clássica e, para completar, Flávia Bitencourt somou com belas canções, entre elas, Boi de Lágrimas, toada tantas vezes cantada por Papete, que nos deixou esse ano. Flávia também arrasou interpretando Aleluia e Noite Feliz. Para fechar esse belo espetáculo, o Balé Olinda Saul mostrou o clássico Quebra Nozes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Eu estava na expectativa desse momento há alguns dias, ao ver a movimentação para os preparativos. Estive, inclusive, ontem pela manhã, andando e checando tudo de perto. Percebi que seria diferente, era um canteiro de obras. Além da decoração nunca vista antes, finalmente estavam cuidando daquele pedacinho tão europeu. A noite, tive a certeza que a iniciativa do Governo, Prefeitura e, claro, o brilho do patrocínio da Cemar, trouxeram a todos que estavam ali um momento que posso descrever com uma palavra: lindo!!!

Se você não foi à abertura do Natal de Todos, vá lá, olhe esse imenso presépio a céu aberto, emoldurado por magníficas construções históricas. Confira a programação:

whatsapp-image-2016-12-02-at-20-48-31

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Que tal se cadastrar para receber os novos textos assim que publicados?